O cérebro dos bebês se desenvolve mais rápido do que se pensava

De acordo com um estudo publicado na revista científica JAMA Neurology realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia, depois de escanear o cérebro de 87 bebês saudáveis ​​desde o nascimento até os 90 dias de idade, ficou provado que o cérebro das crianças se desenvolve muito mais rápido do que o esperado: somente no primeiro três meses de vida cérebros Eles já têm mais da metade do tamanho que terão na idade adulta.

Ou seja, o cérebro do bebê cresce 67% nos primeiros três meses. O cérebro do recém-nascido cresce em média 1% ao dia e após três meses cresce 0,4% ao dia. A área que mais cresce é o cerebelo envolvido no controle de movimentos, cujo tamanho dobrou em apenas três meses. A área do cérebro com menor crescimento foi o hipocampo, uma área ligada à memória. Eles também observaram que o cérebro dos meninos cresce mais rápido que o cérebro das meninas

Até agora, esses dados eram desconhecidos porque a maneira de medir o crescimento cerebral era baseada na observação do diâmetro do crânio e na realização de cálculos durante as semanas seguintes. No entanto, novas técnicas de varredura cerebral permitem analisar esse crescimento com muito mais precisão.

Graças a este estudo, então, que é pioneiro em seu campo, este estudo pode progredir no conhecimento de como certos distúrbios como o autismo se formam, além de analisar como o consumo de álcool, drogas ou alimentos afeta o desenvolvimento do cérebro dos bebês. Além disso, o rápido crescimento do cérebro reforça a ideia de que o apego, nesses primeiros dias de vida, é essencial para o desenvolvimento correto do cérebro, como apontamos a mãe do fio de Harlow: quando a afeição é mais importante que o sustento.