Livros que nos inspiram: 'O idiota do cérebro', de Dean Burnett

De tempos em tempos, ensaios de divulgação centrados em desmistificar as habilidades humanas, especialmente aqueles que têm a ver com o seu cérebro.

Assim, na linha de destacar os vieses cognitivos em que todos tropeçamos, o esquecimento sistemático, as deturpações da verdade e, finalmente, a suposição de nosso cérebro não foi projetada para reflexões elevadas, mas para sobreviver dia após dia, é enquadrado o divertido e até divertido (não sem rigor) O cérebro idiotado neurocientista Dean Burnett.

Embora os livros estejam começando a abundar com esse tema, devo admitir que a frescura deste volume faz com que o tema é novo e inovador: Muitos dos tópicos discutidos não foram vistos em outros livros ou, pelo menos, não foram focados dessa maneira. Ou seja, sua leitura é altamente recomendada, especialmente se você procurar melhorar um pouco (embora exceder isso possa condená-lo à infelicidade).

Seja como for, este grande livro editado por Tópicos de hoje nos inspirou para alguns artigos publicados em Xataka Science, como:

-Quando o cérebro confunde batatas com maçãs.

- Qual é a utilidade de ficar com raiva?

-Assim nosso cérebro reage a palavras diferentes.