Ser macho está em desacordo com ser ambientalmente sustentável

Um artigo recente em Scientific American enfatizou por que alguns homens não estão adotando comportamentos ecológicos.

A resposta pode ter menos a ver com o que eles pensam sobre o meio ambiente e mais com os papéis de gênero.

Macho ecológico

Após realizar uma série de estudos com mais de dois mil participantes nos Estados Unidos e na China, os pesquisadores descobriram um vínculo cognitivo entre ecologia e feminilidade.

Basicamente, comportamentos ecológicos, como comprar com uma sacola reutilizável, são percebidos como mais femininos, então os homens estão menos dispostos a realizá-los.

Essa poderia ser uma das razões pelas quais as mulheres fizeram mais para reduzir o desperdício e reduzir as emissões globais de carbono.

Para fazer os homens ficarem verdes, os pesquisadores sugerem o uso de um marketing "ambientalmente amigável" com "fontes, cores, palavras e imagens mais masculinas". Parece, no momento, mais fácil do que redefinir o que significa "ser homem". Se os papéis de gênero são tóxicos para as pessoas e para o planeta, é hora de repensá-las.